Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma do Diabo

Alma do Diabo

Diabopédia

10.12.23
Fernando Pessoa É um ser que se dedicou à magia negra. Consta que viveu uma vastidão de vidas em corpos diferentes e que, por consequência, também morreu muitas vezes. Uma dessas vezes foi outro escritor macabro que o matou. Conhecido como um louco que nunca foi internado como tal. De tão intelectual até a sua virgindade a perdeu intelectualmente. Só foi dada importância à sua obra postumamente. Quando falamos da sua obra, referimo-nos à sua obra publicitária claro está. É (...)

Diabopédia

15.07.23
Eusébio da Silva Ferreira   É um ser conhecido como sendo um animal. Alguns até lhe chamavam pantera… os mais racistas, pantera negra. É um ser evoluído para a sua época, consta ser o primeiro ativista pelos direitos femininos em Portugal - salvou uma grande quantidade de mulheres entre o período de 1960 a 1975 de levarem surras em casa. Para esse grande feito contribuíram os seus portentosos golos de belo efeito, alguns mesmo no limite de fúrias de almas lusitanas. Foi por (...)

Diabopédia

25.05.23
José Saramago É um ser nascido na vila de Azinhaga que adoptou uma ilha nas Canárias como seu habitat predilecto. Dificuldades financeiras impediram-no de prosseguir os estudos académicos, mas frequentou a biblioteca com frequência para compensar. Conseguiu, assim, passar de serralheiro mecânico a Director-Adjunto do Diário de Notícias. O Saramago não é venenoso e tem na caneta e na língua os seus principais mecanismos de auto-defesa. Porém, torna-se agressivo quando mantido (...)

Diabopédia

20.05.23
Álvaro Cunhal É um ser conhecido pela proeminência das suas sobrancelhas. Dos primeiros polícias da linguagem em Portugal, não aceitava a palavra “amigo” e substituiu-a por “camarada”. Foi um grande ciclista que percorreu quilómetros para entregar coscuvilhices a outros “camaradas”. Não suportava o luxo e por isso adorava a União Soviética. Foi preso diversas vezes, no total esteve 15 anos em cativeiro, bom, bem vistas as coisas, quem é apanhado uma, duas, três, (...)

Diabopédia

13.05.23
Pinto da Costa É um ser que após a morte continuou a ser presidente de um clube desportivo. É hoje conhecido como um grande vendedor de tintas e resinas, profissão que se distinguiu desde início de carreira. Em 1982 assumiu a presidência do Futebol Clube do Porto, tornando-se desde então no presidente imortal. O departamento científico do Futebol Clube do Porto criou um clone seu, que permitiu, em primeiro lugar, a sobrevivência do clube, em segundo, a sua presença eterna. (...)