Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma do Diabo

Alma do Diabo

Clarice Lispector . Felicidade

24.12.22
“- O que é que se consegue quando se fica feliz?, a sua voz era uma seta clara e fina. A professora olhou para Joana. - Repita a pergunta…? Silêncio. A professora sorriu arrumando os livros. - Pergunte de novo, Joana, eu é que não ouvi. - Queria saber: depois que se é feliz o que acontece? O que vem depois? - repetiu a menina com obstinação. A mulher encarava-a surpresa. - Que ideia! Acho que não sei o que você quer dizer, que ideia! Faça a mesma pergunta com outras palavras… (...)

Clarice Lispector . Eternidade

24.12.22
“Definir a eternidade como uma quantidade maior que o tempo e maior mesmo que o tempo que a mente humana pode suportar em ideia também não permitiria, ainda assim, alcançar sua duração. Sua qualidade era exactamente não ter quantidade, não ser mensurável e divisível porque tudo o que se podia medir e dividir tinha um princípio e um fim. Eternidade não era a quantidade infinitamente grande que se desgastava, mas eternidade era a sucessão. Então Joana compreendia subitamente (...)