Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma do Diabo

Alma do Diabo

Diabopédia

10.12.23
Fernando Pessoa É um ser que se dedicou à magia negra. Consta que viveu uma vastidão de vidas em corpos diferentes e que, por consequência, também morreu muitas vezes. Uma dessas vezes foi outro escritor macabro que o matou. Conhecido como um louco que nunca foi internado como tal. De tão intelectual até a sua virgindade a perdeu intelectualmente. Só foi dada importância à sua obra postumamente. Quando falamos da sua obra, referimo-nos à sua obra publicitária claro está. É (...)

Diabopédia

15.07.23
Eusébio da Silva Ferreira   É um ser conhecido como sendo um animal. Alguns até lhe chamavam pantera… os mais racistas, pantera negra. É um ser evoluído para a sua época, consta ser o primeiro ativista pelos direitos femininos em Portugal - salvou uma grande quantidade de mulheres entre o período de 1960 a 1975 de levarem surras em casa. Para esse grande feito contribuíram os seus portentosos golos de belo efeito, alguns mesmo no limite de fúrias de almas lusitanas. Foi por (...)

Impressões em mais do que três linhas

19.06.23
Como ler unicórnios com José Milhazes Houve tempos que ficava bem um Batatinha no horário da tarde na televisão. Com o eclodir da guerra, Milhazes ganhou o seu espaço e as suas horas semanais ilustram a qualidade que a comunicação social dá a temas importantíssimos. Ninguém o dispensa, fala de tudo o que tem a ver com a Rússia, como se, falar de um país que tem o tamanho de um continente, fosse falar do município da Póvoa de Varzim. Este Ronaldo do comentário também é o (...)

Diabopédia

13.05.23
Pinto da Costa É um ser que após a morte continuou a ser presidente de um clube desportivo. É hoje conhecido como um grande vendedor de tintas e resinas, profissão que se distinguiu desde início de carreira. Em 1982 assumiu a presidência do Futebol Clube do Porto, tornando-se desde então no presidente imortal. O departamento científico do Futebol Clube do Porto criou um clone seu, que permitiu, em primeiro lugar, a sobrevivência do clube, em segundo, a sua presença eterna. (...)

Impressões em mais do que três linhas

30.04.23
Milhares de … disseram “Chega” à corrupção Vamos lá ver, a edição nº 59 do Folha Nacionaltem na sua capa, escrito que milhares de pessoas se reuniram numa manifestação. Acontece que, a imagem por trás revela talvez um “bocadinho” menos. Na descrição diz serem 2 mil pessoas. Folheando o jornal percebe-se que a imagem da capa é a mais generosa e ilustrativa desses “milhares”. Acreditando que o partido patrocinador do jornal é de contas sérias e certas, como por (...)